an-gustia
Não podereis negar vossa admiração e vosso amor ao seu espírito e ao seu caráter, nem esconder vossas lágrimas ao seu destino.
an-gustia
+
"Eu vou segurar a sua mão, vou te ajudar a remar quando as águas ficarem turbulentas. Mas eu nunca vou deixar o nosso barco se perder, naufragar. E se por acaso tudo ficar complicado demais, eu te abraço até o mar se acalmar. Eu te dou todas as certezas do mundo de que se você vier e que quando tudo isso passar, estaremos em um lugar seguro. Mas você tem que me prometer que não vai desistir no meio do caminho, querer deixar a embarcação ou até mesmo querer remar sozinho. E se tudo parecer perdido me dê um pouco da sua atenção. Eu vou te fazer entender que tudo o que temos consegue ser maior que todos os males que o mar tende a oferecer. Porque o nosso amor é como uma âncora. Ela vai tratar de manter o nosso barco seguro nos momentos de tempestade."
— Restos de um naufrágio.
(via welcome-to-my-messy-life-s2)
+
"Eu passei minha infância inteira acreditando que um mais um eram dois, mas ai eu cresci e pude ver que nem sempre um mais um é dois, as vezes um mais um pode ser exatamente um."
João Paulo Ferreira.    (via psicografadas)
+
"Não morro de amores por pessoas sem mistério, quando se é muito transparente, muito risonho e educado é raro ser levado a sério. Prefiro os mais silenciosos, os que abrem a boca de menos, os mais serenos e mais perigosos. Aqueles que ninguém define e que sempre analisam os fatos por um novo enfoque. Prefiro os que têm estoque aos que deixam tudo à mostra na vitrine."
Martha Medeiros.  (via inverbos)
+
"Eu me quero de volta."
Caio Fernando Abreu.  (via romantizar)
+
"Você sabe. Acho que sempre soube. Eu tinha medo de gostar de alguém, de me envolver, de me mostrar sem disfarces. Amar dá um medo danado. De perder a liberdade, a identidade, de se machucar, de não saber mais voltar."
Clarissa Corrêa. (via inverbos)
+
"Amar é mandar, achar que manda, obedecer, fingir que obedece. Amar é fazer vitamina de banana com nescau, é dar bom dia espreguiçando as vértebras com os braços esticados, sorrindo envergonhado de remela nos olhos. Amar é dizer “vem cá”, ter os pés aquecidos sem pedir, comemorar o dia do primeiro beijo, chegar da festa e comer pizza gelada. Só ama aquele que começa a falar pelo fim, que diz sim sem saber a pergunta, que discute o namoro sem lugar-comum. Ama quem sai na rua pra tirar fotos, pra ver estrela riscar o céu, pra pisar na grama descalço, pra pegar um cineminha na terça. Amar é perguntar “tá dormindo?”, é descer do ônibus com o outro à espera, é cantar “she loves you yeah yeah yeah”, é morder queixo, orelha, cotovelo, panturrilha, lábio. Amar é comer uma coisa diferente e lembrar o outro, é ficar de mal, é arrumar tempo pra pensar no outro na correria do dia."
Gabito Nunes.    (via inverbos)
+
"Eu prometi que nunca iria deixar você, e você deve sempre saber, onde quer que você vá, não importa onde você esteja, nunca vai ser muito longe."
Robert Pattinson.   (via inverbos)
+
"Eu sei que agora parece que o mundo conspira contra você, mas ele gira e em um giro desses tudo pode mudar. Então não desiste, sorria. Você é mais forte do que pensa e será mais feliz do que imagina."
Tati Bernardi.   (via fraque-ja-da)
+
"Existem tantos sorrisos chorando por aí."
Anderson Babinski.   (via fraque-ja-da)
+
"Eu nunca deixo mesmo claro o que eu tô sentindo. E fica parecendo que eu não sinto. Mas é incrivelmente triste quando desistem do meu mistério."
Verônica Heiss. (via fraque-ja-da)